Index   Back Top Print

[ AR  - DE  - EN  - ES  - FR  - HR  - IT  - PL  - PT ]

PAPA FRANCISCO

ANGELUS

Basílica de São Pedro
Domingo, 28 de março de 2021

[Multimídia]


 

Estimados irmãos e irmãs!

Entramos na Semana Santa. Pela segunda vez, vivemo-la no contexto da pandemia. No ano passado ficamos mais chocados, este ano estamos mais provados. E a crise económica agravou-se.

Nesta situação histórica e social, que faz Deus? Carrega a cruz. Jesus carrega a cruz, ou seja, toma sobre si o mal que tal realidade implica, o mal físico, psicológico e sobretudo espiritual, porque o Maligno se aproveita das crises para semear desconfiança, desespero e discórdia.

Quanto a nós? O que devemos fazer? No-lo mostra a Virgem Maria, a Mãe de Jesus, que é também a sua primeira discípula. Ela seguiu o seu Filho. Assumiu sobre si a sua parte de sofrimento, de obscuridade, de perplexidade, e percorreu o caminho da paixão, mantendo acesa no coração a lâmpada da fé. Com a graça de Deus, também nós podemos percorrer este caminho. E, ao longo da via-sacra de todos os dias, encontramos os rostos de tantos irmãos e irmãs em dificuldade: não passemos além, deixemos que o coração se comova de compaixão e aproximemo-nos. No momento, tal como o Cireneu, podemos pensar: “Por que precisamente eu?”. Mas então descobriremos o dom que, sem o nosso mérito, nos foi concedido.

Oremos por todas as vítimas da violência, em particular por aquelas do atentado que teve lugar esta manhã na Indonésia, diante da Catedral de Makassar.

Que Nossa Senhora nos ampare, ela que nos precede sempre no caminho da fé.

Que nos ampare Nossa Senhora, que nos precede sempre no caminho da fé!

 



© Copyright - Libreria Editrice Vaticana